Simpósio com especialistas encerra Semana do Brincar, em Campinas

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos realizou na tarde da última segunda-feira, dia 11, o Simpósio A Paz em Língua de Brincar, no Salão Vermelho da Prefeitura. O evento encerrou a Semana do Brincar e promoveu discussões a respeito do brincar como direito de toda criança, brinquedos, brincadeiras e o Plano “Primeira Infância Campineira” (PIC).  

A Semana do Brincar teve atividades gratuitas em diversos pontos da cidade com o objetivo de refletir e debater o brincar como linguagem de educação para a paz e sua importância no desenvolvimento do indivíduo. As ações deram continuidade às ações do Movimento #CampinasPelaPaz com o intuito de reconhecer o direito de brincar e seu papel na construção de uma cultura de paz, resgatar espaços de lazer e promover o fortalecimento de laços comunitários.

O Simpósio, que encerrou a Semana, foi mediado pela pedagoga Teresinha Klain Moreira, membro da Aliança pela Infância, integrante do Grupo de Estudos de Educação para a Paz do Laboratório de Psicologia Genética da Unicamp e articuladora do Programa Primeiro à Infância. Entre os debatedores estavam a escritora e antropóloga Regina Márcia Moura Tavares, autora dos livros “Brinquedos e Brincadeiras: Patrimônio Cultural da Humanidade” e “Mudança de Rumo Já: Herança Cultural, Preservação e Desenvolvimento”.

Também participaram da mesa o pediatra e sanitarista da Prefeitura de Campinas, Paulo Bonilha, que abordou o Plano “Primeira Infância Campineira” (PIC). O evento teve ainda a presença da professora de Educação Infantil na Secretaria Municipal de Educação de Campinas Fernanda Roveri, autora do livro “Barbie na educação de meninas: do rosa ao choque”.