Secretaria de Saúde abre vacinação contra a gripe para população

Quem ainda não tomou a vacina da gripe tem uma chance de se proteger nos Centros de Saúde da rede municipal de Campinas. A Secretaria de Saúde disponibilizará cerca de 3 mil doses da vacina da gripe que ficaram em estoque após o final da campanha oficial, encerrada no último dia 20 de julho. A vacina estará disponível para todos, mas condicionada à disponibilidade até o fim do estoque em cada unidade.

 

A partir desta quinta-feira, dia 26 de julho, qualquer pessoa interessada poderá procurar um dos 64 Centros de Saúde da rede municipal para tomar uma das doses que inda estão disponíveis da vacina da gripe. A abertura para toda a população só foi possível após encerramento da Campanha de Vacinação contra a Gripe, que priorizava grupos de risco, como grávidas, crianças de 6 meses a 5 anos, pessoas acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas, entre outros.

 

“Avaliamos que há um pequeno estoque remanescente da vacina de Influenza nas Unidades Básicas de Saúde e, portanto, estas doses restantes serão disponibilizadas para a população em geral que procurar pela vacina nas unidades básicas. Importante ressaltar que não haverá remanejamento de doses ou reposição de estoques após o término em cada unidade básica”, explica a diretora da Vigilância em Saúde do município, Andrea von Zuben.

 

A pessoa deve apresentar um documento de identidade no Centro de Saúde e quem tiver a carteira de vacinação deve levá-la. Os endereços dos 64 Centros de Saúde do município podem ser consultados pelo telefone 156 e também por região da cidade no site da Prefeitura de Campinas, no http://www.saude.campinas.sp.gov.br/saude/, clicando em Unidades de Saúde e depois em Centros de Saúde.

 

 

Imunização

 

 

Campinas já imunizou mais de 284 mil pessoas durante a campanha de vacinação deste ano, iniciada em 23 de abril. A vacina contra gripe é segura e reduz complicações que podem levar a casos graves da doença, internações ou até óbitos. Em 2018, ela protege contra as gripes A (H1N1 e H3N2) e B. A composição muda conforme as cepas do vírus da gripe que estão em circulação no período e, por isso, é necessário tomar a vacina anualmente.

 

É preciso levar carteira de vacinação ou documento de identidade para tomar a vacina. Pacientes com doenças agudas graves e febre (moderada ou alta) devem esperar a melhora do quadro clínico para receber a dose.

 

A gripe, ou influenza, é uma infecção causada por vírus que afeta o sistema respiratório, mais precisamente o nariz, garganta e brônquios. O contágio ocorre de forma direta por meio das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou de forma indireta, pelas mãos que, após contato com superfícies recém contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz. A doença pode se apresentar desde uma forma leve e de curta duração, até formas clinicamente graves e complicadas. A gripe é responsável por elevada taxa de adoecimento e morte em grupos de maior vulnerabilidade, principalmente no inverno.