Saúde promove Seminário do Registro de Câncer de Campinas

O primeiro Seminário do Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas será realizado nesta quinta-feira, dia 10, das 8h30 às 12h no Salão Vermelho do Paço Municipal. O evento será promovido pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas. O público-alvo é composto por gestores, médicos e enfermeiros das unidades de saúde da SMS e profissionais de unidades públicas e privadas que atendem pacientes com câncer. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no próprio local. 

 

 

 

 

A abertura do evento terá a participação do secretário Municipal de Saúde, Carmino de Souza, e da diretora do Devisa, Andrea von Zuben. Em seguida, a coordenadora do Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas (RCBP), Maria do Carmo Ferreira, fará uma apresentação sobre os primeiros resultados da situação do câncer em Campinas.

 

 

 

 

Segundo Maria do Carmo, o objetivo do seminário é divulgar o trabalho que tem sido feito com o registro, trazendo informações sobre “a incidência do câncer em Campinas, com discussões sobre a mortalidade por câncer no município, além de dados sobre os resultados do rastreamento do câncer de mama no mundo todo”, contou. No evento, serão apresentados dados do levantamento que resgatou informações dos anos de 2010 e 2011.

 

 

 

 

Durante o evento, haverá o lançamento do Boletim de Mortalidade n° 56 com apresentação da professora Marilisa Berti Barros da Faculdade de Medicina (FCM) da Unicamp. Ela falará sobre mortalidade por câncer no município de Campinas. Marceli de Oliveira Santos, representante do Instituto Nacional do Câncer (Inca) do Ministério da Saúde, abordará, por sua vez, as estimativas e perfil do câncer no Brasil e no mundo. A última palestra do dia será com a professora Diama Vale, também da FCM, sobre rastreamento do câncer de mama. O evento encerra-se com um debate com participação da plateia. 

 

 

 

 

Sobre o registro

 

 

O Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas foi aprovado por lei de 2017 e tornou obrigatória a notificação de todos os casos de câncer registrados no município. Instituições de saúde, públicas ou privadas, que atendem pacientes com câncer (pacientes oncológicos) para diagnóstico ou tratamento devem informar os casos para o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa).

 

 

 

Com o registro é possível ter acesso a informações sobre os vários tipos de câncer, identificar grupos de risco e fazer a avaliação e acompanhamento de mortalidade, além de planejar e participar de estudos epidemiológicos. O câncer, como grupo de doenças, é responsável por 48% das mortes em Campinas, ficando atrás somente das doenças cardiovasculares. 

 

 

 

Os dados são disponibilizados na base do Instituto Nacional do Câncer (Inca), ligado ao Ministério da Saúde. 

 

 

 

Serviço:

I Seminário do Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas

 

Data: 10 de maio (quinta-feira)

Horário: 8h30 às 12h

Local: Salão Vermelho do Paço Municipal – Avenida Anchieta, 200

Entrada franca e inscrições no local.