Samu faz capacitação de professores em escola nesta sexta-feira

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência de Campinas (Samu) faz mais uma capacitação de professores e monitores na escola municipal CEI Prof. Thermutis Araújo Machado. O treinamento será nesta sexta-feira, dia 17 de agosto, entre 8h e 11h, e ministrado pelo enfermeiro do Samu Valdir de Assis. 

Atendendo à Lei Lucas, o treinamento tem como objetivo preparar os funcionários das escolas para situações de emergência com crianças entre 0 e 6 anos. A formação inclui aula teórica, por meio de recursos audiovisuais, e práticas, com a realização de simulações em manequins anatômicos. As instruções abrangerão casos de acidentes com quedas, traumas, acidente ocular, sangramento nasal, alergias, picadas de insetos, queimaduras, hipertermia, hipoglicemia, crise convulsiva, engasgo, desmaio, síncope e parada cárdio respiratória e ressuscitação cárdio pulmonar.

A Lei Lucas foi sancionada pelo prefeito Jonas Donizette no dia 2 de maio e trata da obrigatoriedade de treinamento em primeiros socorros para funcionários de escolas da rede municipal e particular do município. O menino Lucas, que dá nome à lei, morreu aos dez anos, em setembro de 2017, com asfixia causada por engasgamento, durante um passeio escolar promovido por escola particular.

O Projeto de Capacitação em Primeiros Socorros nas Unidades de Educação Públicas e Privadas de Campinas foi desenvolvido pela Rede Mário Gatti, por meio do Samu Campinas, e é realizado semanalmente nas escolas, conforme solitação das unidades de ensino. “Este treinamento é muito importante porque ensina aos professores, monitores e funcionários como conduzir uma situação de emergência na escola. Em casos de engasgamento, por exemplo, o socorro tem que ser imediato, então, se houver uma pessoa preparada para prestar o atendimento à criança, isso pode salvar uma vida”, explica o enfermeiro Valdir de Assis.  

O projeto de capacitação do Samu existe desde 2001, porém só atendia escolas públicas. Com a sanção da lei, o exercício passou aser obrigatório em escolas públicas e particulares.