Protocolo de intenções com a Úmbria (Itália) aborda saúde e agricultura

  

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, participou nesta segunda-feira, 29 de janeiro, da assinatura de protocolo de intenções entre a delegação do Estado Italiano da Úmbria e o governo do Estado de São Paulo. O documento, firmado pelo vice-governador paulista, Márcio França, é voltado para cooperação nas áreas econômica, de saúde, agricultura e cultural.

 

 

“Em nome de Campinas, eu recebo a comitiva com a expectativa de que muito do que foi apresentado ao governo do Estado de São Paulo seja desenvolvido em nosso município. Espero que possamos colher bons frutos dessa aproximação”, disse o prefeito de Campinas à delegação do Estado Italiano. A comitiva italiana estará em Campinas nesta terça-feira, dia 30, às 9h, para discutir projetos relacionados especificamente ao município.

 

 

O prefeito colocou à comitiva a importância de Campinas e cidades vizinhas, uma região que reúne uma população estimada em 3,5 milhões de habitantes. Jonas lembrou a presença de institutos renomados como o IAC (Instituto Agronômico de Campinas) na pesquisa e tecnologia alimentar, assim como a relação do município com a Unicamp em várias parcerias e projetos de cooperação.

 

 

O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, e o secretário municipal de saúde, Carmino de Souza, participaram da solenidade de assinatura. O secretário disse que o acordo da região de Úmbria com o Estado de São Paulo vem sendo construído há meses e que a assinatura do protocolo é passo muito importante para a realização de projetos, principalmente na área da saúde.

 

 

Para o secretário, a próxima etapa será o início do trabalho dos grupos técnicos de cada área para elaboração de propostas nos respectivos setores. Serão discutidos projetos nas áreas de saúde, cultura, indústria, agronegócio.

 

 

O vice-governador Márcio França lembrou a relação de proximidade do Estado de São Paulo com a comunidade italiana e afirmou que ‘‘a assinatura do protocolo é um passo para gerar muitos frutos’’. Para ele, as relações comerciais podem ser muito maiores ainda a partir da assinatura do protocolo de intenções com o Estado Italiano de Úmbria.

 

 

Especificamente no no setor econômico, o protocolo prevê a implementação de ações que envolvem intercâmbio nos setores comercial, produtivo e tecnológico: desenvolvimento de projetos de cooperação e incremento das relações econômicas; transferência de tecnologia e pesquisa e desenvolvimento (P&D) em setores como agricultura, produção alimentar e industrial.