Prefeitura fecha Operação Verão 2017/2018 com saldo positivo

A Defesa Civil de Campinas divulga balanço da Operação Verão 2017/2018 com saldo positivo: sem mortes, sem feridos e nem desaparecidos. Não houve aumento no número de desabrigados de um ano para o outro em Campinas e nas demais 13 cidades da região. 

O diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado, atribui os resultados positivos, principalmente, ao trabalho preventivo feito no município. “A essência da Operação Verão este ano foram as vistorias preventivas e as vistorias relacionadas a problemas estruturais em imóveis”, explicou. Foram 70 vistorias preventivas e 238 por problemas estruturais (CPE) realizadas no período. 

A Operação Verão começou no dia 1º de dezembro e foi até 31 de março, período considerado como um dos mais chuvosos. “Não tivemos registros de inundações. Registramos alagamentos localizados”, disse Furtado. O número de alagamentos na Operação Verão deste ano foi de 108 contra 130 na Operação Verão 2016-2017.

A Defesa Civil começa a se preparar para a Operação Estiagem 2018, período compreendido entre 1º de maio a 30 de setembro. As operações da Defesa Civil têm por objetivo adotar medidas necessárias à redução dos riscos de desastres na cidade. 

A Defesa Civil é a protagonista da operação, mas todo o trabalho envolve uma ação multidisciplinar de secretarias que compõem o Comitê Municipal de Gestão de Risco e Gerenciamento de Desastres.

O comitê é constituído por um representante titular e um suplente de órgãos da Administração direta e indireta, da seguinte forma: Secretaria Municipal de Governo, por meio do Departamento de Defesa Civil; Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos; Secretaria de Saúde; Secretaria de Serviços Públicos; Secretaria de Comunicação; Secretaria de Planejamento e Urbanismo; Secretaria de Habitação; Sanasa; Emdec e Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Cada um executa sua tarefa para aumentar a resiliência das comunidades a fim de evitar as ocorrências graves durante o respectivo período, seja no verão ou na estiagem. Campinas é certificada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como cidade modelo de boas práticas na construção de resiliência para a redução de riscos e desastres. No site “Campinas Resiliente”, as pessoas interessadas podem acompanhar os alertas recebidos pela Defesa Civil. O site pode ser acessado no endereço https://resiliente.campinas.sp.gov.br