Prefeito participa da solenidade de instalação do Cartório do Futuro

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, participou da solenidade de instalação da primeira Unidade de Procedimento Judicial (UPJ) das 1ª a 4ª Varas da Família e Sucessões da Comarca de Campinas, nesta terça-feira, 3 de outubro, no auditório Benedicto Jorge Farah, na Cidade Judiciária.

 

A cerimônia marca a união dos serviços das 1ª a 4ª Varas da Família e das Sucessões da Comarca de Campinas por meio da UPJ, conhecida como “Cartório do Futuro”. A UPJ é uma inovação do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo e permite a unificação dos ofícios de mesma competência para processar e cumprir as determinações judiciais.

 

“Campinas se sente honrada de receber essa inovação. Inovar é fazer diferente pra obter resultados melhores. E eu vejo que é exatamente isso que o Tribunal de Justiça busca com essa ação da UPJ. Temos de buscar formas que agilizem nosso trabalho para ter uma melhor efetivação de serviço para a população. Muitas vezes consideramos que inovação são apenas grandes invenções. E às vezes, ideias simples e boas trazem mais fluidez ao trabalho e contemplam as necessidades e os desejos da população”, disse o prefeito Jonas Donizette.

 

O intuito do Cartório do Futuro é melhorar a eficiência do serviço público, otimizando os serviços operacionais das quatro varas, com o mesmo número de funcionários administrativos.

 

 

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, disse que todos são servidores e têm a missão de prestar o melhor serviço à população. “Temos de continuar imbuídos de nossas ações e os desafios são enormes. O Cartório do Futuro é uma política inovadora e certamente será uma experiência exitosa em Campinas. Será referência na região”, afirmou Mascaretti.

 

O projeto teve início em 2014 com quatro varas cíveis na cidade de São Paulo e está sendo levado também para cidades do interior do estado como Sorocaba, Bauru e Campinas. Esse modelo judicial é composto por quatro seções: atendimento ao público, movimentação, processamento e área administrativa.

 

Em São Paulo, as primeiras UPJs apresentaram um aumento de produtividade de até 60% para servidores e 40% para juízes comparados ao modelo tradicional de ofícios judiciais.

 

Campinas conta com 808.320 processos em andamento (dados de agosto/17). destes, 10,9 mil tramitam nas Varas da Família e das Sucessões.

Também participaram da solenidade o juiz Luiz Antonio Alves Torrano, diretor do Fórum e titular da 1ª Vara da Família e das Sucessões, o secretário municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz augusto Baggio, a secretária municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar, Eliane Jocelaine Pereira, o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Silvio Bernardin, desembargadores do estado de São Paulo, entre outros.