Prefeito assina autorização para início da obra do CS Boa Vista

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, assinou, na manhã de sábado, 26 de maio, a autorização para início das obras do Centro de Saúde Boa Vista, dentro do programa “Campinas em movimento – 50 dias de entregas”, na área onde será construído o imóvel, na Rua dos Salgueiros com Jacarandás, no Vila Boa Vista.

 

O Centro de Saúde Boa Vista já existe e funciona em um prédio próprio. Porém, com o crescimento da população da região, foi necessária a ampliação da estrutura física. Como o atual terreno não oferece mais essa possibilidade de expansão, será construído este novo prédio, em terreno próximo de onde funciona o atual.

 

“Entre as demandas daqui da região do Boa Vista, uma das principais é esta, um novo centro de saúde. Dos nossos investimentos, o maior é na área de Saúde. Estamos fortalecendo e estruturando a saúde básica”, disse o prefeito Jonas Donizette.

 

 

A obra faz parte do “Saúde em Ação”, uma parceria com o governo do Estado de São Paulo e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A unidade vai ser entregue totalmente mobiliada, equipada e modernizada. O investimento é de R$ 3,2 milhões e irá beneficiar cerca de 15 mil pessoas que vivem, principalmente, nos bairros Vila Boa Vista e no Parque Via Norte. O atendimento será, em média, de 300 pessoas por dia.

 

A nova unidade terá 643 metros quadrados e o prédio atual é de cerca de 260 metros quadrados. Terá salas de consultórios médicos e odontológicos, de vacinação, de curativos, de acolhimento, de inalação e de reuniões, além de farmácia e almoxarifado.

 

 

No novo prédio haverá espaço para atividades variadas em grupo, fundamentais na prevenção e no tratamento de diversas doenças. O Centro de Saúde Boa Vista tem 50 funcionários e é coordenado por Andrea de Andrade Pinto Belchior. Os atendimentos são de segunda a sexta-feira, as 7h às 19h

 

 

Sobre o “Saúde em Ação”

 

 

 

 

O programa “Saúde em Ação” tem como objetivo fortalecer a Atenção Básica. Prevê, em Campinas, a construção de 13 novos prédios e nove reformas. A cidade receberá investimentos de R$ 104 milhões em reformas, construções, equipamentos e treinamentos. Do total a ser investido, 70% são provenientes do BID e 30% são de recursos do tesouro do Estado.

 

 

Campinas

 

 

Em Campinas, além da entrega do CS Santos Dumont, que aconteceu no início do mês, outras duas unidades (Centros de Saúde Satélite Íris I e Perseu Leite de Barros) estão em fase final e serão entregues em breve.

 

 

Foram iniciadas as obras dos Centros de Saúde DIC VI, Florence e Satélite Íris II, além do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e do CAPS do Parque Itália.

 

 

Também foram autorizadas as obras dos novos CSs Nova América, Esmeraldina e as reformas do Costa e Silva, São Quirino e Conceição.

 

 

Em breve, serão anunciadas as obras do novo centro de saúde São Cristóvão e as reformas dos centros de saúde Floresta, São José e Aeroporto. Também está prevista a construção do CS Bassoli.

 

 

Dentro do programa “Saúde Melhor”, serão reformados os CSs Vila Ipê, Santa Odila e Jardim Santo Antônio.