Perto de 6 mil estudantes participaram do Fórum de Profissões

Cerca de 6 mil jovens participaram, no último sábado, 11 de agosto, do Fórum de Profissões realizado pelo Grupo Primavera, em parceria com o Precoltec Cursos Pré-Vestibulinhos, o Movimento Transforma Campinas, a Prefeitura Municipal de Campinas e a Sanasa. A primeira-dama de Campinas, Sandra Ciocci, abriu o evento que atraiu estudantes interessados em ingressar nos principais colégios técnicos da região. 

Sandra Ciocci lembrou do principal objetivo do Fórum: orientar sobre as diferentes profissões e o mercado de trabalho, mostrando as possibilidades de cursos técnicos dos colégios de Campinas e região e as empresas que contratam mão de obra técnica. Os jovens foram conhecer todos os cursos oferecidos pelos colégios técnicos Bentão, Cotil, Cotuca, Etecap, Etep, Ceprocamp e IFSP, assim como receber orientações dos profissionais que atuam em diversos segmentos nas áreas técnicas ligados às empresas Bosch, Buckman Laboratórios, CI&T e outras.

A primeira-dama ressaltou a participação dos voluntários do Transforma Campinas no Fórum. “Eles ajudam as pessoas a se localizarem num espaço tão grande”. Esse espaço é o no Expo D. Pedro, no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, que também cedeu as instalações para o evento. Outro voluntário foi o jogador de vôlei, André Heller, campeão olímpico, que proferiu uma palestra motivacional com o tema “Momentos de Ouro”. 

Parceria

A parceria do Transforma Campinas com o Grupo Primavera foi firmada há dois anos, mas o evento desde a sua primeira edição tem crescido e consolidado. O presidente do Grupo Primavera, Edgard Garbade, lembrou que a 1ª edição do Fórum de Profissões reuniu 600 jovens e era feito num lugar menor comparado ao Expo D. Pedro.

Garbade ressaltou a importância em motivar os jovens a continuar os estudos e ajudá-los na escolha da profissão. Ele lembrou que há 18 anos, o Grupo Primavera oferece formação gratuita aos estudantes dos 8º e 9º anos das escolas públicas e moradores da região dos Amarais e muitos alunos têm dificuldades para escolher a profissão técnica. “É preciso investir em educação e motivar jovens para que façam a melhor opção em relação à carreira que pretendem seguir”.