Nova reitoria da PUC-Campinas toma posse para a gestão 2018-2022

 

O prefeito Jonas Donizette e o vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira prestigiaram a cerimônia de posse da nova reitoria da Pontifícia Universidade Católica (PUC) Campinas nesta quinta-feira, dia 1º de fevereiro, no Campus I da instituição. O novo reitor, Germano Rigacci Júnior, assumiu em substituição à professora Angela de Mendonça Engelbrecht.

 

 

Na cerimônia, o Arcebispo Metropolitano de Campinas e Grão-Chanceler da PUC-Campinas, Dom Airton José dos Santos, conduziu o reitor ao cargo, destacando que a posse é um momento significativo para a Universidade. “Toda vez que uma gestão se encerra e outra começa nós contemplamos o que foi feito e olhamos para o futuro. Queremos continuar esse caminho trabalhando incansavelmente para que esta instituição cumpra com sua missão.”

 

 

Convidado a discursar na abertura da cerimônia, o prefeito Jonas Donizette destacou que a ex-reitora Angela manteve entusiasmo desde o início de sua gestão até o fim, tendo sido reconhecida pelos seus pares por ter correspondido às expectativas da Universidade. “O novo reitor não somente poderá dar sequência ao trabalho dela, como imprimir sua marca nesta gestão”.

 

 

Jonas Donizette ressaltou que a cidade não é feita apenas de pedra, concreto e prédios mas é composta principalmente por pessoas e instituições. “Se existe uma instituição que fortalece muito a nossa cidade é a PUC-Campinas. Muitos que aqui se formaram trilharam carreiras bem-sucedidas e conservam a identidade com a Universidade. Isso mostra que além de formar profissionais, a Universidade também forma cidadãos”, afirmou.

 

 

O novo reitor, Germano Rigacci Júnior, também ressaltou a importância da Universidade para o desenvolvimento da sociedade, agradeceu a confiança que o levou a gerir a Universidade e firmou seu compromisso de servir fielmente à Instituição. “A PUC-Campinas completará 77 anos tendo formado, neste tempo, mais de 180 mil profissionais de diversas áreas, muitos dos quais se destacam em seus campos de atuação profissional e contribuem das mais variadas formas para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária”.

 

 

Ao passar as insígnias da reitoria, a professora Angela de Mendonça Engelbrecht disse que foi com a sensação de missão cumprida que transmitiu o cargo a Rigacci Júnior, que exercia o cargo de vice-reitor. Angela destacou ter buscado o crescimento com qualidade, como enunciado em sua última recondução ao cargo. “Esse crescimento podemos perceber ao olhar o trabalho de cada reitoria. Tivemos grandes desafios e juntos tivemos que superar um cenário nada satisfatório para o ensino brasileiro”. A professora também afirmou que somente a colaboração e o esforço de todo o grupo de gestores possibilitou a manutenção dos resultados financeiros positivos ao mesmo tempo em que a Universidade manteve o número de alunos próximo ao dos anos anteriores, promoveu avanços nos cursos, na extensão e investiu em laboratórios.

 

 

Durante o evento, foram empossados os pró-reitores de Graduação, Paulo Moacir Godoy Pozzebon; de Pesquisa e Pós-Graduação, Alessandra Borin Nogueira; de Extensão e Assuntos Comunitários, Rogério Eduardo Rodrigues Bazi, e de Administração, Ricardo Pannain. Também tomaram posse diretores de centros de estudo, de faculdades e coordenadores. A cerimônia teve a presença de várias autoridades civis, militares e eclesiásticas, reitores de universidades, juízes, políticos e colaboradores da Universidade.