Mais de 70 municípios se capacitam para atuar na proteção ambiental

No início da tarde desta sexta-feira, 2 de fevereiro, vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira; o secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin, e o secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), Rogério Menezes, participaram da cerimônia de encerramento do curso de capacitação do Programa Município VerdeAzul (PMVA).

 

 

A capacitação foi oferecida para gestores e técnicos ambientais de 72 prefeituras da região abrangida pela Bacia dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). O início das atividades foi na última quinta-feira, dia 1º de fevereiro.

 

 

Ministrado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente, o curso tem por objetivo divulgar aos municípios da região as metas e os novos critérios do programa para o ciclo de 2018. Criado em 2007, o PMVA busca medir, apoiar e descentralizar a agenda ambiental nos municípios, bem como estimular as prefeituras a executarem políticas públicas de desenvolvimento sustentável.

 

 

Na abertura da solenidade, o vice-prefeito falou da importância do PMVA para o maior envolvimento dos municípios nas questões ambientais. “O meio ambiente não tem fronteiras e as políticas públicas, para darem certo, precisam da integração de todos os municípios. Que o que foi aprendido aqui possa ser levado e concretizado em cada uma dessas cidades”, afirmou.

 

 

Rogério Menezes agradeceu a presença de todos e enfatizou a necessidade de parceria entre os municípios para as questões ambientais. “Não podemos pensar o meio ambiente de forma individual. Ou a gente vê o assunto como um objeto de articulação permanente ou não chegaremos a lugar algum”, disse o secretário.

 

 

Maurício Brusadin discorreu sobre as políticas estaduais futuras, entre elas a formação de consórcios para destinação de resíduos. “Hoje, 96% dos municípios paulistas têm aterros sanitários; e a nova fase desse processo consiste em aterrar menos e transformar o lixo em energia. Temos que ter união de forças para discutir e implementar a sustentabilidade”, afirmou.

 

 

Campinas

 

 

Campinas é o município paulista que mais avançou no ranking do PMVA nos últimos anos. Antes de 2013, o município ocupava o 220º lugar nesta classificação e, em 2017, chegou ao 5º lugar no ranking geral, tendo atingido a primeira colocação entre as cidades com mais de 500 mil habitantes e o primeiro lugar entre os 20 municípios da RMC.

 

 

Campinas também alcançou a maior pontuação na UGRHI (Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos do PCJ), fazendo jus, pela primeira vez, ao Prêmio Governador André Franco Montoro.

 

 

Os responsáveis pela pontuação expressiva de Campinas nos últimos anos são, segundo a Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), os investimentos maciços no fortalecimento institucional, planejamento e gestão ambiental e no fomento à participação da sociedade.