IPTU Digital: prazo para adesão termina nesta terça-feira, dia 31

Termina nesta terça-feira, 31 de outubro o prazo para adesão ao IPTU Digital, que garante desconto adicional de até R$ 100 no valor total do imposto, para os casos de pagamento à vista. Quem optar por esta forma de pagamento não receberá mais o carnê impresso, mas apenas a versão digital.

 

O IPTU Digital é uma iniciativa da Secretaria de Finanças, por meio do Departamento de Receitas Imobiliárias, que visa gerar mais economia e conforto para os contribuintes. Ele vai substituir o carnê de papel, ou seja, a partir de janeiro de 2018, para quem optar pelo novo sistema, as guias de pagamento do imposto e das taxas estarão disponíveis na internet.

 

Para aderir, o contribuinte precisa estar com todos os dados cadastrais atualizados; no caso de pessoa física, ter acesso ao Portal do Cidadão (https://cidadao.campinas.sp.gov.br/) e cadastro no Ambiente Exclusivo. Para fazer o cadastro no Ambiente Exclusivo, o contribuinte deverá preencher o formulário específico, disponível no Portal do Cidadão e comparecer ao Porta Aberta, no Paço Municipal ou nas unidades do Agiliza Campinas para habilitar o acesso. Feito o cadastro no Ambiente Exclusivo, o contribuinte deverá acessar o Portal do Cidadão, fazer o seu login e clicar no link do IPTU Digital que está no canto esquerdo inferior da tela.

 

Para pessoa jurídica, o contribuinte tem que estar inscrito para emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSe).

 

Além do desconto adicional de 1% para pagamento à vista, limitado a R$ 100,00, o contribuinte também tem a vantagem de visualizar e imprimir as guias ou mesmo fazer o pagamento pela internet, utilizando os códigos de barras. “O contribuinte tem mais uma opção de serviço pela internet, ou seja, ele pode acessar o carnê e fazer o pagamento de qualquer lugar com acesso à internet”, explicou o diretor de Receitas Imobiliárias, Marlon Sousa.

 

Além disso, o IPTU Digital também será utilizado como ferramenta para a atualização do cadastro imobiliário, uma vez que para aderir ao novo sistema, os dados cadastrais têm que estar atualizados.

 

A solicitação de adesão ou cancelamento da adesão poderá ser feita a qualquer momento, observando que, as solicitações que forem feitas entre 1º de novembro e 31 de dezembro não surtirão efeitos para o exercício seguinte. Ou seja, para ter direito já no próximo ano, é preciso preencher o cadastro até 31 de outubro.

 

A Prefeitura de Campinas lança, por ano, mais de 460 mil carnês de IPTU. O imposto é a segunda maior fonte de arrecadação própria do município.

 

Atualização

 

A Secretaria de Finanças, por meio do Departamento de Receitas Imobiliárias, tem reforçado a importância da atualização cadastral dos contribuintes que possuem imóveis na cidade. Os dados compõem o Cadastro Imobiliário Municipal usado para o lançamento do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e da taxa de coleta e remoção de lixo.

 

As orientações sobre como proceder estão disponíveis no portal da Prefeitura clicando no banner ‘Atualize aqui seu cadastro’ ou na página da Secretaria de Finanças, no endereço http://campinas.sp.gov.br/governo/financas/iptu/atualizacao.php.

 

A atualização cadastral é necessária em diversas situações como alteração do nome do proprietário, alteração de endereço de entrega, inclusão ou alteração de telefone para contato ou alteração da finalidade do imóvel, que pode ter sua destinação alterada de residencial para comercial ou vice e versa.

 

Mais informações podem ser obtidas pelo Sac (Serviço de Atendimento ao Contribuinte), pelo 3755-6000 ou pelo sac@campinas.sp.gov.br .