Estação Cultura recebe mostra de Celso Norte e Jana Richardi

 

No próximo sábado, 26, as salas expositivas da plataforma da Estação Cultura abrem o seu calendário com a coletiva dos artistas e arte educadores Celso Norte e Jana Richardi. A mostra pode ser conferida até 25 de fevereiro. A entrada é gratuita.

 

Celso Norte traz 10 obras, de 70 cm x 50 cm, que refletem a visão do artista sobre a transparência das pessoas, seus conteúdos e suas aflições, e a forma com que interagem com o mundo.

 

A discussão e relação da artista com o feminino permeiam as obras que estão na mostra de Jana Richardi. Nas figuras de corpos em diversas poses e composições com acrílico “aguado”, a artista explora as camadas de tinta criando sobreposição e transparência que ocupa as telas em forma de camadas. São 18 telas que variam entre 80 cm x30 cm e 70 cm x 50 cm.

 

A mostra é uma iniciativa da parceria entre Usina Geradora, Ateliê da Estação Cultura, Ateliê Aquastre do artista João Bosco e da Coordenadoria de Ação Cultural da Secretaria de Cultura.

 

Celso Norte

 

Celso Norte, natural de Uberaba, Minas Gerais, reside em Campinas, onde atua como educador e exerce atividade de artista visual desde década de 1980. Em sua arte, desenvolve várias técnicas e explora a utilização de diferentes suportes, como papel, papelão, plástico e tecidos sempre ligados ao conceito da reciclagem. Participou de exposições em Portugal, Nova York, e em várias cidades brasileiras.

 

Jana Richardi

 

Jana Richardi iniciou a carreira no Narege Ateliê de Artes e Artes Visuais com Ênfase em Design na PUC-Campinas. Buscou e vivenciou novas técnicas, se descobriu como arte educadora e aprofundou o estudo na especialização em Artes​ Visuais, ​Intermeios​ ​e​ ​Educação pela Extecamp. Recentemente, participou do Grupo Olho Latino, explorando a tridimensionalidade e a litogravura.

 

 

Serviço

 

Coletiva de Celso Norte e Jana Richardi

 

Onde: Salas expositivas da Plataforma da Estação Cultura (Praça Marechal Floriano Peixoto s/n, Centro. Campinas).

 

Abertura: sábado, 26 de janeiro, a partir das 17h.

 

Visitação: 26 de janeiro a 25 de fevereiro. De segunda a sábado, das 9h às 21h; domingos e feriados, das 9h às 20h.

 

Entrada gratuita.

 

Estacionamento gratuito (Rua Francisco Teodoro, 1050, Vila Industrial. Campinas).