Escolas municipais são premiadas por projetos pedagógicos

Duas escolas da rede municipal de ensino de Campinas tiveram suas propostas aprovadas no Programa “Aprendendo com Prazer Para Crescer Saudável” e receberão um prêmio de R$ 12.000,00 do Instituto Arcor do Brasil. A proposta é que colégios criem iniciativas que ensinem os alunos a se alimentar melhor e cuidar da saúde de maneira divertida. A assinatura dos contratos foi feita nesta quarta-feira, dia 22 de agosto, no auditório da empresa, no bairro Santa Genebra.

 

 

 

Foram 48 colégios inscritos, de seis cidades: Bragança Paulista (SP), Cabo de Santo Agostinho (PE), Contagem (MG), Campinas (SP), Ipojuca (PE) e Rio das Pedras (SP). Do total foram selecionadas 20 escolas, sendo que da rede municipal de Campinas as escolhidas foram a Emef Edson Luis Chaves, Jardim Santa Rosa; e a Escola de Educação Integral (EEI) Dr. João Alves, no Jardim Regina. Elas colocarão seus projetos em prática até novembro de 2019.

 

 

 

Além do prêmio em dinheiro, os professores das escolas participarão de treinamentos, intercâmbios com outras escolas selecionadas, receberão visitas de membros do Instituto e terão apoio técnico. A coordenadora de programas socioeducativos do Instituto Arcor, Milena Drigo, conta que o investimento na educação tem o objetivo de fazer uma infância mais saudável e mais justa, além de ter impactos positivos em todos que estão em volta. “A escola é a porta de entrada para a comunidade”, diz.

 

Os projetos

 

Na escola Edson Luis Chaves será trabalhado a temática “Aprendendo a escolher: Alimentos e Movimentos”. Segundo Daniel Florindo, professor do colégio e um dos envolvidos com a proposta, o interesse surgiu porque a equipe escolar percebeu a falta de vontade dos estudantes em cultivar hábitos saudáveis. “Foi identificado que os alunos rejeitam legumes e verduras no refeitório, por causa da falta de hábito no cotidiano familiar”, contou Florindo. 

 

 

 

A partir de agora, os pais dos alunos serão convidados para participar de práticas esportivas e desenvolver receitas saudáveis. Também será construído um parquinho de madeira de eucaliptos, as paredes e chão receberão a pintura de jogos, será instalada uma parede de escalada, horta comunitária e uma cozinha experimental, além da ampliação do pomar.

 

 

 

Já a escola Dr. João Alves criou a proposta “Entre Movimentos e Experimentos: Formação de Hábitos Saudáveis”. Com quase 700 estudantes matriculados, a unidade aposta na ideia de “alunos multiplicadores”, que aprendem com os professores e levam os hábitos saudáveis para a comunidade.

 

 

 

O colégio de período integral deve usar a hora do almoço como um dos principais momentos para educar os estudantes sobre os cuidados com a saúde, por meio de conversas descontraídas iniciadas pelos professores.

 

 

 

Além disto, deve investir em brincadeiras como cordas, bolas, peões, bolinhas de gude, cartinhas e figurinhas, jogos de tabuleiro, casinha com brinquedos, brincadeiras de roda, jogos corporais e teatrais, além de espaço para diversão livre. Para incluir os pais, serão ministradas palestras sobre nutrição e será realizado o plantio de mudas.