Emdec inicia Operação Volta às Aulas em seis instituições de ensino

Começou nesta segunda-feira, 30 de julho, a Operação Volta às Aulas da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), realizada em torno das primeiras seis instituições de ensino – serão 14 no total.

 

 

 

Nessa ação, Agentes da Mobilidade Urbana prestam apoio operacional na entrada e saída das unidades educacionais, nos dias pós-férias. Eles fazem reservas de vagas com cavaletes, para impedir que veículos estacionem em certos locais, abrindo, assim, mais uma faixa de rolamento para a circulação; orientam a travessia na faixa de pedestres; resguardam e agilizam o embarque/desembarque; e coíbem a parada em fila dupla e o fechamento de cruzamentos.

 

 

 

Segundo o secretário municipal de Transportes e diretor-presidente da Emdec, Carlos José Barreiro, o trabalho ocorre em ruas e avenidas de grande fluxo veicular, onde o acesso a colégios, escolas ou universidades causa maior impacto viário: “São medidas operacionais que melhoram a segurança e fluidez do trânsito. Também aproveitamos para abordar e conscientizar as pessoas em algumas instituições, entregando material de educação para a mobilidade produzido pela Emdec”.

 

 

 

Na segunda-feira, essa conscientização foi promovida por agentes e educadores no Colégio Dom Barreto, na Avenida da Saudade, Ponte Preta, entre 11h35 e 12h50. Foram entregues 300 folhetos da Campanha VIVA, lançada em junho deste ano com o objetivo de reduzir em no mínimo 15% as mortes por acidentes de trânsito em Campinas. 

 

 

 

A VIVA divulga regras de circulação em geral, para pedestres, passageiros, ciclistas, motociclistas e motoristas, mas foca especialmente nas travessias seguras. Já está sendo implantada a comunicação visual, com a pintura da palavra “VIVA” em várias faixas de pedestres. A campanha também prevê busdoors nos ônibus do transporte público coletivo municipal e painéis instalados na cidade. São constantes as publicações nas páginas da Emdec criadas no Facebook e Twitter.

 

 

 

O administrador Tiago Mondin aprovou a operação com viés educativo em frente ao Dom Barreto. Segundo ele, o acesso ao colégio também melhoraria se houvesse maior rotatividade no uso das vagas pelos motoristas. “Deveria ser algo mais rotativo, no sentido de alguns pais ou responsáveis entenderem que o ideal seria chegar, logo embarcar/desembarcar e deixar esse espaço disponível aos demais”, recomenda. “Há muitos carros para poucas vagas”.

 

 

 

O Dom Barreto, que recebeu a ação educativa da Emdec, já possui noções sobre trânsito em suas atividades pedagógicas, em um contexto de formação cidadã. “Trabalhamos valores que resultem em futuros motoristas responsáveis, educados, que esperem os pedestres atravessarem a rua, por exemplo. Essa criança ou jovem, quando chegar na fase de tirar a carta, terá uma base para a vida e o exercício da cidadania, e não apenas enquanto motorista, afinal também preparamos os pedestres e o uso da bicicleta”, explica a coordenadora de Ciências e Matemática, Nice Menezes Lima.

 

 

 

A Operação Volta às Aulas mobilizará 34 Agentes da Mobilidade Urbana neste segundo semestre de 2018, nas seguintes instituições: Colégio Adventista de Campinas (01/08); Colégio Ave Maria (01/08); Colégio Dom Barreto (30/07); Colégio Pio XII (30/07); Colégio Progresso Campineiro (30/07); Escola Americana (30/07); EEPSG Carlos Gomes (06/08); EEPSG Dom Barreto (01/08); EEPSG Professor Aníbal de Freitas (01/08); Instituto Educacional Imaculada (30/07); Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora (01/08); Metrocamp / Objetivo (06/08 e 30/07); PUC-Campinas (Campus I, 06/08); e Unip (Swift, 02/08).