Cultura de paz e direitos humanos são tema de palestra para servidores

 

A secretária Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira, ministrou na manhã desta quinta-feira, dia 21, uma palestra para servidores da Prefeitura Municipal de Campinas. O evento foi realizado em parceria com a Escola de Governo (EGDS) e teve como objetivo sensibilizar os participantes no entendimento geral de noções de direitos humanos na perspectiva de uma cultura de paz. A atividade integra as ações do Movimento Campinas Pela Paz.

 

 

Cerca de 110 servidores participaram da palestra que abordou temas como sociedade mínima, papel acautelador do Estado, direitos humanos e Estatuto da Paz. Segundo Eliane Jocelaine, o fenômeno da sociedade mínima se verifica quando há uma desresponsabilização individual e coletiva pelos direitos humanos, fazendo com que haja implicações como o aumento das manifestações de ódio e violações.

 

 

“O fato de o Estado ser o acautelador dos direitos humanos não implica que não sejamos também responsáveis por isso. Somos fiscalizadores das políticas públicas e precisamos cumprir o papel de fazer nossa parte legal com o pagamento dos impostos, por exemplo, para financiar o remédio correcional das desigualdades sociais”, afirmou Eliane. Realizar isso, porém, segundo ela, não é suficiente, é preciso que as pessoas se coloquem no lugar do outro. “Somente o Estado não consegue evitar a xenofobia e a desigualdade de gênero. Não podemos nos incomodar apenas quando algo me afeta ou afeta alguém de quem eu gosto”.

 

 

A secretária ressaltou que falava para uma plateia de “convertidos”, composta por um público que já conhece a cultura de paz e sua importância para as relações profissionais e pessoais, mas que é preciso “exercitar e multiplicar a mensagem de cultura de paz para interromper o ciclo de violências e violações de direitos humanos”.