Coordenadora do Primeira Infância Campineira recebe prêmio Zilda Arns

A coordenadora do Plano Primeira Infância Campineira (PIC), Jane Valente, recebeu nesta terça-feira, dia 24 de abril, o Prêmio Nacional Medalha Zilda Arns de Boas Práticas para a Primeira Infância. Indicada pela Pastoral da Criança, a servidora pública da Prefeitura de Campinas integra o seleto grupo de dez pessoas, entre brasileiros e estrangeiros, premiadas por terem, com o seu trabalho, contribuído de forma significativa para a defesa e garantia de direitos da primeira fase de vida das crianças.

 

 

A entrega da medalha ocorreu durante o Seminário Nacional de Políticas Públicas para a Primeira Infância – Um Tributo a Zilda Arns, realizado em Forquilhinha, Santa Catarina, terra Natal da dra. Zilda Arns. O evento é uma realização do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Forquilhinha em parceria com Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Pastoral da Criança.

 

 

Jane Valente comenta que é uma honra receber este prêmio e participar da construção de políticas públicas para a primeira infância. “É uma honra receber esta homenagem. Só amplia a minha responsabilidade pela continuidade no compromisso com a infância e a adolescência. Estou muito feliz!”. E Jane Valente continua: “Sempre digo que é um trabalho de muitas mãos, por isso, agradeço aos que comigo convivem, pessoal e profissionalmente”.

 

 

Convidado para a cerimônia de entrega do prêmio, o prefeito Jonas Donizette enviou uma mensagem à organização do evento desculpando-se pela ausência, ocasionada por compromissos inadiáveis, e parabenizando a homenageada: “conceder tal distinção a Jane Valente reconhece um trabalho incansável, de grande valor e efetividade em nossa cidade, a qual tenho a honra de testemunhar no meu cotidiano. Trata-se de uma honraria merecida e oportuna”.

 

 

A secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira, comemora a premiação. “Assistente Social da Prefeitura, Jane Valente tem sua vida profissional embasada na proteção integral de crianças e adolescentes, e sua indicação para esse prêmio fortalece o nosso trabalho, principalmente neste momento em que estamos elaborando o Plano para a Primeira Infância Campineira”, frisou.

 

 

O Prêmio Nacional Medalha Zilda Arns de Boas Práticas para a Primeira Infância é um instrumento para identificar e disseminar as práticas bem-sucedidas na área da primeira Infância, que estejam contribuindo de forma significativa para a defesa e garantia dos direitos desta importante fase da vida do ser humano.

 

 

Em sua mensagem, o prefeito destacou que “Zilda Arns elevou o nome do Brasil no mundo com seu trabalho incansável em prol da infância de nosso país”. Jonas Donizette disse, ainda, que a honraria “mantém viva sua memória e reforça o compromisso em prol da cidadania e da emancipação dos povos, temas caros a essa grande brasileira”.

 

 

De acordo com os organizadores, o Seminário Nacional realizado em Santa Catarina abriga um dos mais importantes debates sobre a primeira infância da atualidade. Atrai personalidades de renome que representam instituições como Unicef; Plan International Brasil; Rede Nacional Primeira Infância; Movimento Nacional Direitos Humanos; Fundação Abrinq; Rede Não Bata, Eduque; Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e Movimento Nacional Pró Convivência Familiar e Comunitária, entre outros.

 

 

Seleção

 

 

Jane Valente construiu sua vida profissional voltada à atenção às crianças e adolescentes, somando mais de 40 anos de trabalho nesta área. A indicação para receber a Medalha Zilda Arns ocorreu a partir da sua tese “Família Acolhedora – As relações de cuidado e de proteção no serviço de acolhimento”.

 

 

A obra, transformada em livro, analisa a trama de cuidado e de proteção observada no contexto do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora da Prefeitura de Campinas, o Sapeca. A publicação foi editada em 2014, pela Paulus – entidade de assessoramento na Assistência Social

 

 

Até o momento foram distribuídos 38 mil livros. A distribuição tem acontecido em eventos e por meio de remessas diretas para todos os municípios brasileiros. Para isso, a autora e a editora contaram com a ajuda do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Unicef, entre outros.

 

 

PIC

 

 

A elaboração do Plano Primeira Infância Campineira (PIC) tem o objetivo de implantar um programa intersetorial específico para qualificar o atendimento de crianças em situação de vulnerabilidade social durante a primeira infância, período que abrange do nascimento até os seis anos de idade. A ideia central é unir os serviços existentes no município e conhecer as lacunas que devem ser preenchidas para qualificar esse atendimento.

 

 

Assim, o PIC deverá adotar uma política coordenada para a primeira infância que potencialize a articulação entre todos os setores municipais, estabelecendo parcerias com instituições da comunidade que promovam o bem-estar de todos os cidadãos, em particular das crianças.