Conselho da Cultura de Paz realiza primeira eleição do colegiado

 

 

A primeira eleição dos membros da sociedade civil que irão compor o Conselho Municipal da Cultura de Paz de Campinas ocorreu na manhã desta segunda-feira, dia 5 de fevereiro, na sede da Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania. Criado em dezembro de 2017, pela Lei nº 15.543, o órgão é um dos primeiros com esse tema no País.

 

 

O órgão, conforme a lei, é composto por 24 membros titulares, sendo 12 do poder público e 12 da sociedade civil. O mandato é de dois anos, prorrogáveis por mais dois. Os nomes dos eleitos serão publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira, dia 6 de fevereiro.

 

 

A principal proposta do colegiado é inserir os princípios da cultura de paz nas políticas públicas, além de sensibilizar e conscientizar a população para a importância do tema na construção da cidadania.

 

 

Desta forma, o Conselho incentivará programas, projetos e ações voltados à erradicação da intolerância e discriminação, além de estimular e fomentar ações e projetos relacionados à cultura de paz no município. Por meio do órgão, serão apoiadas atividades comunitárias nas diferentes regiões da cidade e será estimulada a participação da sociedade civil, poder público e da iniciativa privada.

 

 

Também é responsabilidade do Conselho a organização de uma Conferência Municipal da Cultura de Paz que deverá ocorrer a cada dois anos. Na área do ensino, por sua vez, o papel do Conselho será o de estimular a criação de metodologias para uma educação permanente pela cultura de paz.