Cesta de produtos juninos tem grande variação de preços, revela Procon

Dos ingredientes mais procurados para compor o cardápio das tradicionais festas juninas, a maçã fugi lidera a variação de preços nos estabelecimentos campineiros, revela pesquisa do Procon de Campinas divulgada nesta sexta-feira, 15 de junho. Com preço até 152,66% maior de um estabelecimento para outro; além da maçã, outros produtos que compõem a cesta de iguarias da época também apresentam significativas variações de preços. Caso do milho verde, 134,23%%; e do pinhão, com 111,50%.

 

Para compor a pesquisa, o Procon coletou os dados em oito estabelecimentos em várias regiões da cidade entre os dias 5 e 11 de junho. Foram pesquisados os preços de 85 produtos entre milho para pipoca, pó para Maria Mole, polvilho, sagu, batata palha, vinho tinto, canela, salsicha, cachaça e outros. A pesquisa aponta, também, o percentual de abastecimento de cada estabelecimento pesquisado.

 

A pesquisa teve por objetivo apresentar a variação de preços dos produtos entre estabelecimentos para que, entre os menores e maiores preços encontrados, o consumidor possa adequar a sua realidade financeira ao produto que deseja adquirir.

 

“O levantamento apontou variações significativas, demonstrando a necessidade de pesquisa de preços, marcas e procedência”, diz a diretora do Departamento de Defesa do Consumidor, Yara Pupo.

 

O Procon salienta que as variações e os preços constatados referem-se aos dias em que foi realizado o levantamento pela equipe de fiscalização do órgão, e que os valores atuais podem ser diferentes. “É possível, ainda, que os preços praticados pelo mercado possam sofrer alterações por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções”, salienta Pupo.

 

A pesquisa com os produtos, preços, abastecimento e estabelecimentos participantes pode ser conferida no site https://procon.campinas.sp.gov.br/ .