Campinas participa de conferência sobre avanços tecnológicos em bioenergia

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo de Campinas, André von Zuben, participou de um painel de debate nesta quarta-feira, 18 de outubro, no Brazilian BioEnergy Science and Technology Conference (BBEST 2017), em Campos do Jordão (SP). Realizada a cada três anos, a conferência reúne pesquisadores e lideranças dos setores público e privado do Brasil e do exterior para a discussão dos principais avanços científicos e tecnológicos na área de bioenergia. Com palestras, apresentações, debates e mesas redondas, o BBEST teve início na terça-feira, 17 de outubro, e termina nesta quinta-feira, dia 19.
Representando o prefeito Jonas Donizette, o secretário André von Zuben participou do debate “Desafios e perspectivas de bioeconomia”, no qual abordou as ações de Campinas para promover o desenvolvimento sustentável. Em seu discurso, o secretário destacou a vocação da cidade para contribuir com o desenvolvimento da bioeconomia por contar com um ecossistema favorável, formado por centros de pesquisa, universidades e empresas de ciência e tecnologia em sintonia com a administração pública.
Esta harmonia do ecossistema é coordenada pelo Agropolo Campinas-Brasil, criado há dois anos, com modelo inspirado na cidade de Montpellier, na França, onde funciona órgão semelhante. “O Agropolo Campinas-Brasil tem estimulado a cooperação científica e tecnológica entre instituições de ensino e pesquisa, sendo um diferencial da nossa cidade”, destacou o secretário André von Zuben. O presidente do Agropolo Campinas-Brasil é o prefeito de Campinas, Jonas Donizette. A bioeconomia abrange todas as atividades nas cinco áreas definidas para o Agropolo: agricultura, alimentos, saúde, química verde e bioenergia.
Além do secretário, o debate no BBEST contou com as participações do professor Luís Augusto Cortez, do Agropolo Campinas-Brasil, e do professor e doutor Luuk van der Wielen, da Fundação BE-Basic, da Holanda.
O BBEST 2017 está sendo organizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Sociedade de Bioenergia (SBE). Nesta terceira edição, o tema é “Designing a Susteinable Bioeconomy” (Projetando uma Bioeconomia Sustentável), abordando questões relativas à Biomassa, como agronomia, melhoramento genético e biotecnologia de plantas energéticas; Tecnologias de Biocombustíveis, incluindo engenharia de processos de biomassa e produção de biocombustíveis; Alcoolquímica, Sucroquímica, Química de Óleos Vegetais e Biorrefinarias; Motores e outros dispositivos de conversão; e Sustentabilidade e impactos ambientais e socioeconômicos.