Campinas em Movimento: Prefeitura entrega mais duas obras em praças

 

O prefeito Jonas Donizette entregou na manhã de sábado, 16 de junho, mais duas obras que integram o programa ‘Campinas em Movimento – 50 Dias de Entrega’. A primeira trata-se da revitalização do Largo São Benedito. A segunda é a urbanização do centro de Lazer ‘Epifânio Silva’, na Vila Padre Anchieta.

 

 

 

Localizado no entroncamento das Ruas Irmã Serafina, Cônego Cipião, Boaventura do Amaral e Duque de Caxias, o Largo São Benedito recebeu um novo conjunto de mesas com tabuleiros e banquinhos. Os 12 antigos postes de madeira foram trocados por 25 novos de concreto, cada um com quatro braços de luminárias com lâmpadas brancas de 250 watts, garantindo assim mais segurança aos frequentadores.

 

 

 

A praça, que possui mais de 16 mil metros quadrados, também recebeu novo paisagismo. Foram plantados 30 ipês e 3 mil mudas de espécies ornamentais. Os canteiros de flores foram elevados para evitar erosão. O Largo São Benedito ganhou ainda uma academia ao ar livre e um parquinho. A revitalização beneficiou aproximadamente 30 mil pessoas e o investimento foi da ordem de RS 550 mil.

 

 

 

Popularmente conhecida como Largo São Benedito, a praça tem o nome oficial de ‘Professora Silvia Simões Magro’. Em 1998 o espaço, que já abrigou um antigo cemitério de escravos, foi tombado como patrimônio pelo CONDEPACC (Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas).

 

 

 

Centro de lazer na Vila Padre Anchieta

 

 

 

No sábado pela manhã, os moradores da Vila Padre Anchieta receberam a obra de revitalização do Centro de Lazer ‘Epifânio Silva’. O local recebeu pista de caminhada, campo de futebol de areia com alambrado, quadra poliesportiva, pista de skate e playground. A praça ganhou também academia ao ar livre híbrida (para pessoas com e sem deficiência). Também foram instalados 30 postes de luz e paisagismo com 250 árvores, entre ipês, guarantãs, resedás, jequitibás, entre outras 1,5 mil mudas de espécies ornamentais.

 

 

 

O espaço, de 60 mil metros quadrados localizado no centro do bairro, era conhecido como “buracão” e utilizado como ponto de descarte irregular de entulho. Com investimento de R$ 2,2 milhões, a obra era uma antiga reivindicação dos moradores. Cerca de 50 mil pessoas foram beneficiadas.

 

Na ocasião, o prefeito Jonas Donizette destacou a importância dessas duas obras para a saúde preventiva da população. “Doenças como diabetes, pressão alta e depressão são as que mais atacam. As pessoas, fazendo caminhada e olhando o verde, melhoram o aspecto emocional, e qualquer exercício baixa a taxa de glicemia e melhora a pressão arterial”, afirmou o prefeito.

 

De acordo com o secretário municipal de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, com mais estss duas obras, Campinas já soma mais de 230 praças entregues ao longo do atual governo. “Esta é uma safra inigualável, não se tem na história de Campinas, em um período como este, um número tão grande de praças urbanizadas. Contamos com os moradores para a preservação”, concluiu.