Boteco na Estação comemora os 100 anos do samba no dia 18

A Secretaria de Cultura de Campinas entra no circuito das comemorações dos 100 anos do samba e apresenta, na próxima edição do projeto Boteco na Estação, o grupo Partido Alto, que também está em ritmo de festa pelos 25 anos de carreira. O Boteco na Estação acontece na Estação Cultura, no dia 18 de junho (sábado), das 13h às 19h, com entrada gratuita. O público poderá conferir, ainda, os artistas Bambas de Rua, Black Mad, Mc Tigrão, Dj Easy Nylon, Dr Sinistro e Rosana Bittencourt. A entrada é gratuita.
Fundado em Campinas, no bairro de São Bernardo, o Partido Alto tem quatro CDs gravados, “Neon”, “Quem Dera”, “Néctar” e “Estação do Amor”. No repertório, várias canções foram gravadas por intérpretes conhecidos, como “Quem dera”, na voz de Alexandre Pires e do grupo Só Pra Contrariar, e “Neons”, registrada por Alcione e Reinaldo. Seu representante Nivaldo Villela (Niva do Partido Alto) recebeu da Câmara de Campinas, em dezembro de 2014, o Diploma Noel Rosa, concedido a sambistas, grupos de samba ou agremiações que tenham se destacado na divulgação, promoção, difusão e fortalecimento do samba.
Samba: 100 anos
O samba, ritmo musical criado pelos escravos africanos, símbolo da tradição cultural brasileira, patrimônio imaterial, reconhecido também pela Unesco em 2005 como Patrimônio da Humanidade, comemora o seu centenário. O ano de 1916 entrou para a história da música popular brasileira por meio da iniciativa de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, mais conhecido como Donga, autor da música “Pelo telefone”, datado de 1916 e considerado o primeiro samba brasileiro.
Em 6 novembro de 1916, Donga entrega uma petição de registro para o samba carnavalesco “Pelo telephone” no Departamento de Direitos Autorais, da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Em 16 de novembro do mesmo ano, Donga anexou à petição um atestado que afirmava ter sido o samba “Pelo telephone” executado pela primeira vez em 25 de outubro de 1916 no Cine-Teatro Velho. O registro da obra foi efetuado pela Biblioteca Nacional em 27 de novembro de 1916, com o número 3.295.
O samba fez grande sucesso no Carnaval de 1917, dando origem a inúmeras paródias.
Serviço:
Boteco na Estação
Quando: 18 de junho, 13h às 19h
Onde: Estação Cultura (Praça Marechal Floriano Peixoto, s/n. Campinas)
Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *